terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Espótico...


Resolvi escrever um blog, assim, espótico - como se diz aqui em minha Salvador. Sempre ouvi em casa, lá na Liberdade, as pessoas que eram mais ousadas e espertas serem chamadas, com admiração e crítica, pelos mais velhos de espótica. Mainha gritava: "mas que menina espótica, viu, Ari (meu pai)", falando da minha irmã caçula Line. Outra vez era Jussara, Arielma e Gildete, fofocando: "Mas aquela filha de XXXX tá muiiiiiiiito espótica".

Se pensarmos hoje numa pessoa espótica, poderíamos ter, por exemplo, Maysa, aquela menina do SBT, com quem Sílvio Santos mantém aquelas papos bem cansativos. Ela é "espótica". Desculpe a comparação com as coisas de Sílvio Santos. Para mim, o SBT, desde a morte de minha avó, anda chato demais.

Então, qual seria a razão de um blog chamar-se espótico? Com certeza, não é para reivindicar o sentido (pseudo)etimológico: despótico. Mas, por outras razões. Primeiro, pela sonoridade e pela gargalhada que a palavra, de memória, me traz. Segundo, pelo significado que foi dado: gente crítica, insubordinada, por vezes, exibida, mas sempre alegre. Terceiro, pelas alterações fonéticas, é que adoro o assunto... principalmente, quando compreendo a sofisticação do português popular brasileiro.

Espero que os textos soem crônicas do cotidiano, análises despretensiosas da vida, posicionamentos espóticos... Como fui e como gostava de ser. Vamos lá: "mas vocês tão espóticos, viu?"

10 comentários:

  1. hahahahahahaha!!!!

    Lá em casa o espótico era sempre meu irmão. Eu sempre fui a sedutora e boazinha.

    ResponderExcluir
  2. Arizito, amor meu, eu sou definitivamente espótica. Não tem jeito, luto para ser uma mocinha comportada, mas não rola nunca. rs

    Sabe quem sou eu?

    ResponderExcluir
  3. Hhaahahhaha Lívia, um perigo, hein? kkkkk Adooooooro!!!

    Vida, quem é vc... tenho tantos amigos espóticos kkk

    ResponderExcluir
  4. Vivian (Vida), vc tá mto espótica! kkk

    ResponderExcluir
  5. Eu tb conheço o termo, acho q anda em caindo em desuso, adorei a retomada!!!!

    ResponderExcluir
  6. Acho que eu não sou isso aí não...Pelo menos não todo dia.

    ResponderExcluir
  7. Ari, amei a ideia. Minha mãe vivia me chamando de espótica quando criança. Sabe de uma; eu acho que sou mesmo espótica!

    ResponderExcluir
  8. Kkkkkkkkkkkkkkkk... Descobri que tenho uma filha espótica!!
    Amei o blog.

    ResponderExcluir